Cartão Social pode beneficiar 32 mil famílias com até R$ 1.200 no Piauí

A Secretaria da Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos (Sasc) inicia, no próximo mês de agosto, o cadastro das famílias que serão contempladas pelo Programa Cartão Social. A previsão é que o benefício de até R$ 1.200, destinado a pessoas em situação de vulnerabilidade, alcance cerca de 32 mil famílias em um período de cinco anos.

“Será de continuidade, então em seis meses algumas famílias podem sair, mas se elas não demonstram evolução nenhuma de renda a gente tem que ver como manter. No final a previsão é que a gente atenda 32 mil famílias em cinco anos com esse recurso, que são R$ 36 milhões de um programa com o Banco Mundial”, informou a secretário Regina Sousa.

Coordenado, gerido, operacionalizado e monitorado pela Sasc, o programa também contará com o apoio das prefeituras. Serão beneficiadas as famílias inscritas no Cadastro Único do governo federal que sejam identificadas em situações de desnutrição infantil, monoparentais chefiadas por mulheres, com crianças de até 11 meses e adolescentes com idade de até 17 anos, com pessoas com deficiência e idosos, sem benefício, e população em situação de rua que esteja em acompanhamento regular por equipe da rede de proteção social.

Continua após a publicidade..

Segundo a lei, os beneficiários do Bolsa Família podem receber o complemento, desde que tenham família numerosa ou com crianças de zero a seis anos identificadas em situação de desnutrição infantil. O Cartão Social também prevê o pagamento de Auxílio-Alimentação de R$ 400,00 para famílias atingidas ou afetadas diretamente por situações de desastres naturais, calamidades públicas ou períodos prolongados de estiagem.

 

cidade verde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *