“Comissionados, combustíveis… cada gestor terá que avaliar onde pode cortar”, diz presidente da APPM após redução no FPM

Após a redução nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), as Prefeituras Municipais do Piauí enfrentam dificuldades financeiras e apontam para cortes de gastos.

O presidente da Associação Piauiense de Municípios (APPM), Toninho de Caridade, afirmou que em Julho deste ano os repasses do FPM foram reduzidos em 30% e no final deste mês, as prefeituras receberão 50% a menos do valor que era repassado no ano passado. Toninho da Caridade ainda aponta que se ocorrer a redução dos repasses, os gestores terão que realizar cortes de gastos.

Continua após a publicidade..
Prefeito Toninho da Caridade presidente da APPM (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

“Os municípios terão que reduzir a máquina em 30%, no mínimo, para poder manter o funcionamento reduzido e as folhas em dia. Comissionados, combustíveis, locação, cada gestor terá que avaliar onde poderá cortar, mas, é inevitável o corte nesse momento”, afirma. 

oito meia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *