Corpo de Bombeiros alerta para cuidados no mês das férias

Com a chegada do período de férias escolares, destinos como praias, cachoeiras, clubes e barragens costumam fazer parte da programação das famílias. Para evitar acidentes ou fatalidades, o Corpo de Bombeiros do Piauí reforça cuidados importantes durante os momentos de diversão.

“Pode ser uma brincadeira, mas é necessário ter atitudes de prevenção, como a supervisão contínua das crianças. Essa supervisão deve ser feita por um adulto, maior de 18 anos, que não esteja ingerindo bebida alcoólica ou qualquer substância alucinógena e que saiba nadar. Além disso, é importante estar munido de boias ou algum material flutuante que possa ser lançado em caso de necessidade e dar prioridade a permanecer próximo de socorristas para um acesso mais rápido ao socorro, se necessário”, destacou a tenente-coronel Najra Nunes.

Continua após a publicidade..

A relações públicas da corporação também pontuou que, além da supervisão integral das crianças, os adultos devem entrar na água acompanhados de outras pessoas.

“A supervisão deve ser feita a uma distância máxima de um braço. Jamais entre na água sem a companhia de outra pessoa, mesmo que você saiba nadar e não esteja ingerindo bebida alcoólica, pois acidentes podem acontecer. Mesmo que você esteja com outra pessoa, especialmente se estiver com crianças, não pode ficar mexendo no celular, pois um acidente pode ocorrer sem que você perceba. O ideal é que as crianças estejam sempre utilizando boias”, reforçou.

Já no mar, a orientação é respeitar a profundidade ideal para um banho seguro e evitar a presença de crianças durante os horários em que a maré está mais violenta.

“A profundidade ideal é até a altura dos joelhos para crianças e até a altura do quadril para adultos. Mesmo que você seja adulto e esteja com a criança, a profundidade deve ser a altura do joelho da criança. No litoral, durante os horários da tarde, quando a maré está enchendo e puxando bastante, o ideal é que as crianças não estejam na água”, finalizou a tenente-coronel Najra Nunes.

cidade verde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *