Educação, ciência e tecnologia terão maior fatia no Novo PAC; governador detalha obras

O governador Rafael Fonteles detalhou as áreas de investimentos do Novo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), lançado nesta sexta-feira (11) pelo Governo Federal. Ao todo, serão aplicados R$ 56,6 bilhões em obras no estado.

“Um momento histórico em que buscamos reduzir desigualdades sociais e regionais, comprometidos com o crescimento, com a inclusão e a sustentabilidade ambiental”, comemorou o governador por meio de suas redes sociais.

Continua após a publicidade..

O ministro do Desenvolvimento Social (MDS), Wellington Dias (PT), afirmou que o Novo PAC deve envolver diversos ministérios na execução de ações de infraestrutura social, como abastecimento urbano e produção de alimentos. “O objetivo dentro dessa área é fazer crescer a economia e melhorar a vida do povo. Tirar o Brasil do mapa da fome, reduzir a pobreza, gerar emprego e renda”, disse.

Os investimentos para o Piauí foram distribuídos da seguinte forma: 

  • Educação, ciência e tecnologia – 14,6 bilhões
  • Cidades sustentáveis – R$ 11,5 bilhões
  • Transporte eficiente e sustentável – R$ 10,5 bilhões
  • Transição e segurança energética – R$ 7,3 bilhões
  • Água para todos – R$ 7,2 bilhões
  • Inclusão digital e conectividade – R$ 3 bilhões
  • Saúde – R$ 1,1 bilhão
  • Inovação para indústria da defesa – R$ 900 milhões
  • Infraestrutura social – R$ 300 milhões

Na prática, os recursos serão usados na construção de creches, unidades de saúde (UBS’s), linhas de transmissão de energia elétrica, barragens, adutoras, estradas, energias renováveis, além de moradias através do programa Minha Casa Minha Vida.

Entre as obras aprovadas no novo PAC, constam melhorias em algumas das principais rodovias do Piauí. “Destaco a duplicação da BR (343) de Teresina a Altos, depois de Altos até Piripiri. A BR-316 de Demerval Lobão até Monsenhor Gil, depois até a Estaca Zero” revela Rafael.

Foi contemplada ainda a BR-330, que corta o cerrado piauiense, fortalecendo a infraestrutura numa área estratégica para a economia piauiense, que concentra a produção de grãos.

Rafael Fonteles destaca que os pedidos apresentados pelo Governo do Piauí ao Ministro da Casa Civil, Rui Costa, foram atendidos por Lula. “Várias obras hídricas, obras de infraestrutura de transportes, além da infraestrutura social e da transição energética. O Piauí é grato ao presidente Lula e toda sua equipe. Vamos ficar atentos e acompanhar para que estes projetos sejam feitos o mais breve possível” disse Fonteles.

Ao todo, o Novo PAC prevê investimento de R$ 1,7 trilhão em todos os estados do Brasil. O programa está organizado em Medidas Institucionais e em nove Eixos de Investimento. As medidas são um conjunto de atos normativos de gestão e de planejamento que visam a expansão sustentada de investimentos públicos e privados.

Breno Moreno (Com informações da CCom-PI)
redacao@cidadeverde.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *