Ministro Wellington Dias admite possível saída do cargo

Os ministros Wellington Dias (Desenvolvimento Social) e Paulo Teixeira (Agricultura Familiar) admitiram, no sábado (5/8), a possibilidade de deixar os cargos na Esplanada dos Ministérios para garantir “sustentabilidade política” ao governo de Luís Inácio Lula da Silva (PT).

As declarações foram feitas a jornalistas durante o evento Diálogos Amazônicos, em Belém, no Pará. A cidade recebe uma série de programações ligadas à temática ambiental nos próximos dias, em decorrência da Cúpula da Amazônica, que terá participação do presidente Lula e de outras autoridades.

Continua após a publicidade..

As trocais ministeriais são dadas como certas por ministros de Lula. As mudanças ocorrem em tentativa de agradar partidos do chamado Centrão em troca de apoio em votações prioritárias no Congresso Nacional.

Nas últimas semanas, Lula nomeou o deputado federal Celso Sabino (União-PA) ao cargo de ministro do Turismo, ocupado anteriormente por Daniela Carneiro. Agora, o presidente deve dar posse aos deputados André Fufuca (PP-MA) e Sílvio Costa Filho (Republicanos-PE), cotados para pastas como Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar.

Wellington Dias fala de ministérios em nome de “estabilidade política”

À imprensa, Wellington Dias afirmou que dará “todo apoio” ao presidente Lula para garantir estabilidade política.

“Todo apoio a ele para que a gente tenha sim uma base que garanta estabilidade política. Isso aqui é bom, não é para o governo, é bom para o país: estabilidade política, econômica e social”, afirmou Dias.

Veja a matéria completa em Metrópoles

Fonte: Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *