Mulher é condenada a 22 anos de prisão após enviar veneno a Trump

Nesta quinta-feira (17), a Justiça dos Estados Unidos condenou a franco-canadense Pascale Cecile Veronique Ferrier, de 56 anos, a cumprir uma pena de 22 anos de cadeia por ter enviado cartas com ricina letal ao ex-presidente Donald Trump e a oito policiais do Texas. A mulher teria enviado as correspondências ameaçadoras no mês de setembro de 2020, quando Trump ainda era presidente dos Estados Unidos.

Em uma das cartas enviadas a Trump, contento a substância, Pascale Cecile escreveu: Você arruína os EUA e os leva ao desastre. Eu tenho primos americanos, então não quero os próximos quatro anos com você como presidente. Desista e remova sua inscrição para esta eleição!”

Continua após a publicidade..

Em 2019, um ano antes de começar as ameaças, a mulher havia sido presa no Texas e afirmou em seu depoimento que por vingança, decidiu enviar as cartas contendo ricina a equipe de policiais que estavam envolvidos em sua prisão. Algum tempo depois de enviar as cartas, a franco-canadense foi novamente presa ao ser vista tentando cruzar a fronteira entre os países do Canadá e Estados Unidos.

Pascale Cecile foi pega pelas autoridades portando uma arma carregada e junto com o objeto, a mulher também carregava vários cartuchos de munição. Em janeiro deste ano, ao ser levada ao tribunal para depor, a mulher se declarou culpada de suas acusações por ter violado as leis em relação o uso de armas biológicas, como é o caso da toxina mortal.

De acordo com decisão do juiz responsável pelo caso, Dabney L. Friedrich, a franco-canadense deve ser deportada dos Estados Unidos após cumprir corretamente sua pena de 22 anos. Segundo a imprensa internacional, a mulher foi responsável por produzir a ricina em sua própria casa, localizada em Quebec, no Canadá. Além de ela mesmo ter colocou a substância nas cartas endereçadas tanto a Donald Trump na Casa Branca, quanto aos policiais do Texas.

A Ricina é um veneno que pode ser formado a partir de sobras de resíduos após o processamento de sementes de mamona. Podendo ser fabricado sob a forma de pó, aerossol ou grãos. A substância é considerada uma das mais tóxicas conhecidas pela ciência. Podendo causar dores abdominais, vômitos, desidratação severa e se não for tratado imediatamente, pode levar a vítima a óbito.      

oito meia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *