Operação interdita seis postos por prática de ‘bomba baixa’ no litoral do Piauí

Seis postos foram interditados no litoral do Piauí por irregularidades na venda de combustíveis durante os trabalhos da 14ª fase da operação Petróleo Real. A ação aconteceu entre os dias 19 e 22 de julho, nas cidades de Parnaíba, Luís Correia,  Cajueiro da Praia, Ilha Grande e Buriti dos Lopes.

Nos postos interditados, os fiscais identificaram a prática conhecida como ‘bomba baixa’, que ocorre quando o consumidor recebe uma quantidade do produto menor do que a que foi paga na bomba de combustível.

Continua após a publicidade..

Durante a ação, realizada em parceria pelo Procon e Imepi, outros cinco postos foram autuados por irregularidades e por exercer vantagem sobre o consumidor.

“Foram 11 autuações, seis pelo Imepi e cinco pelo Procon. Esses seis postos interditados pelo Imepi também foram autuados pelo Procon, por exercer vantagem sobre o consumidor”, explicou o chefe de fiscalização do Procon, Arimatéia Leão.

Ao todo, 58 postos foram fiscalizados durante os trabalhos da 14ª fase da operação. O litoral do Piauí foi escolhido por causa do período de férias e a maior movimentação de turistas na região.

Outras fases

As equipes da operação Petróleo Real ainda devem percorrer nos próximos meses outras regiões do Piauí para fortalecer o trabalho de fiscalização e coibir irregularidades na venda de combustíveis.

Natanael Souza
redacao@cidadeverde.com 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *