Produtores de caju revelam redução na compra do produto em Pio IX

Os produtores de caju do município de Pio IX (a 434 km de Teresina) estão relatando perdas econômicas na safra devido à falta de clientes. Segundo os produtores, as agroindústrias reduziram a compra do produto.

Em entrevista ao Notícia da Manhã, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Pio IX, Naldo Andrade, destacou que as agroindústrias da região não estão conseguindo absorver toda a produção de caju.

Continua após a publicidade..

“Na realidade a gente já vem sofrendo isso desde o ano de 2019, quando chega no pico da safra, as nossas agroindústrias da região elas não conseguem absorver a produção. Pio IX é hoje o maior produtor de caju do estado do Piauí e a gente tem mais de 24 mil hectares de caju em produção e as nossas agroindústrias que tem na região, todas elas foram construídas de 2010 para trás, então todo ano nosso campo agrícola aumenta e as agroindústrias não aumentam e quando chega no pico da safra acontece isso sempre”, informou.

Foto enviada à TV Cidade Verde 

Ainda segundo Naldo Andrade, deste a última semana, os produtores já reduziram o valor da caixa do caju em R$ 5.

“A gente já está tendo alguns problemas no final de semana já com a queda de preço. O produtor estava vendendo uma caixa de caju de 20 kg na semana anterior de R$ 14, quando foi na segunda já baixou para R$ 10, na sexta diminuiu o valor para R$ 9 e ainda foi limitada a quantidade de caixa que cada produtor tinha direito”, acrescentou o presidente.

O presidente destacou ainda que é preciso mais iniciativas e ações públicas para aumentar a capacidade das agroindústrias e incentivar o produto para outros compradores do Piauí e em outros estados do país.

“A gente está tendo uma super safra, as agroindústrias não estão conseguindo absorver tudo isso e o produtor é quem tá pagando o preço, tendo prejuízo porque não está conseguindo vender seu produto por um preço razoável e ainda tem muito que está sendo perdido na roça porque não está sendo colhido de jeito nenhum. A gente não consegue tirar esse caju para fora e hoje a gente está na mão de alguma pequenas produções de cajuína, mas a gente está muito dependente dessa questão das agroindústrias, infelizmente e a agroindústria tem um limite, então a gente precisa de iniciativa de todas as formas possíveis, a gente precisa de ações de governo e divulgar para que os empresários cheguem na nossa cidade”, ressaltou Naldo Andrade.

Rebeca Lima
redacao@cidadeverde.com 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *