Reforma ministerial: ‘Lula vai conduzir decisão tomada’, diz ministro Padilha

Neste sábado (26), o Ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, comunicou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem a intenção de “acelerar as negociações” relacionadas à reforma ministerial imediatamente após seu retorno da viagem à África. Há uma semana, Lula encontra-se no continente africano, onde está envolvido em compromissos políticos. De acordo com Padilha, a reestruturação nos ministérios já foi deliberada pelo presidente.

 

Continua após a publicidade..

“Certamente o presidente Lula vai conduzir, no seu retorno, uma decisão que ele já tomou de acolher o pedido de duas bancadas para compor o Ministério. Isso é uma ação para reforçar nosso time para o segundo semestre. Certamente no retorno da viagem devemos acelerar essas negociações”, disse o ministro, em São Paulo, durante evento na União de Núcleos, Associações dos Moradores de Heliópolis e Região (Unas).

No começo de agosto, Padilha já havia verificado que Lula havia optado por incluir dois parlamentares na equipe ministerial, os deputados André Fufuca (PP-MA) e Silvio Costa Filho (Republicanos-PE). Conforme o ministro, eles foram escolhidos por serem “representantes de duas bancadas importantes no Congresso Nacional”.

Até agora, contudo, não houve confirmação sobre as pastas que os deputados poderão assumir. A estratégia do governo visa assegurar o respaldo do Centrão no Congresso, ao oferecer posições ministeriais a membros do PP e do Republicanos.

meio norte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *