Seleção Brasileira é campeã dos Jogos Sul-Americanos de Beach Soccer

A Seleção Brasileira de Beach Soccer conquistou nesta sexta-feira (21) os Jogos Sul-Americanos de Praia, na Colômbia. Com uma excelente atuação de Alisson, que fez três gols na final, o Brasil venceu os donos da casa, por 6 a 2.

Continua após a publicidade..

Seleção Brasileira de Beach Soccer é campeã dos Jogos Sul-Americanos de Praia – Créditos: William Lucas/COB

O título confirmou a hegemonia da Seleção no continente. Até agora, venceu todas as edições do torneio. Além de Alisson, os gols da Seleção foram marcados por Willian, Netinho e Datinha.

“Primeiramente, quero agradecer a Deus por essa conquista. A gente sabia que não ia ser fácil. Uma competição forte e enfrentar a Colômbia jogando em casa é muito complicado.

Treinamos muito em Copacabana, enfrentamos um sol forte como esse aqui e brigamos até o fim para levarmos esse título para o Brasil. Estou muito feliz com os três gols marcados nessa final”, disse Alisson, logo após a conquista.

Apesar do placar elástico, a partida não foi fácil. A Colômbia ficou na frente do placar duas vezes no início do jogo. O primeiro período terminou empatado em dois gols, com Julio e Lopez marcando para os colombianos, e Alisson e Datinha igualando o placar.

Nos dois períodos seguintes, a seleção brasileira se encontrou e teve mais tranquilidade para marcar. Willian e Alisson balançaram a rede adversária no segundo período, e Netinho e, mais uma vez Alisson, fecharam o placar com gols no terceiro e último tempo.

“Viemos com uma equipe renovada para a Colômbia, mas sempre com o pensamento único de conquistar o título. Representar o país mais vitorioso do beach soccer mundial tem uma responsabilidade muito grande e me encheu de alegria e satisfação ver que esses jovens entenderam isso desde o primeiro dia de treino.

Saio muito satisfeito com esse elenco, não só pelo título, é claro, mas principalmente pela mentalidade vencedora que mostraram. Quem ganha é a seleção”, elogiou o técnico Marco Octavio.

Fonte: CBF

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *