Suspeito invade escola para realizar um assalto e professora tem a mão cortada em Teresina

No ambiente do Colégio Clidenor Freitas Parque Brasil, um incidente terrível deixou uma marca perturbadora na normalidade das atividades escolares, deixando todos os participantes profundamente abalados. Um indivíduo, cuja identidade ainda não foi revelada, invadiu as instalações da referida escola, localizada no bairro Parque Brasil III. No decorrer desse acontecimento, o agressor se confrontou com uma professora de Educação Física que estava no pátio, resultando no desfecho lamentável de um ferimento causado por uma facada em sua mão.

Segundo relato de uma aluna, ela descreveu que um indivíduo entrou na escola carregando um facão de proporções assustadoras. A motivação por trás da ação do invasor seria para realizar um roubo.

Continua após a publicidade..

O relato detalha que o intruso invadiu a escola de maneira furtiva, escalando o muro da quadra e se dirigindo para uma sala de aula. A situação rapidamente se desdobrou em um momento de caos, quando o invasor se aproximou dos alunos e da professora. No entanto, a professora foi a vitima, e durante uma luta com o invasor chegou a ter sua mão cortada.

Felizmente, os ferimentos foram controlados, e a professora recebeu o atendimento médico necessário. O suspeito, após o ataque, conseguiu fugir do local, pulando novamente o muro da escola.

A polícia foi acionada e está investigando o caso, buscando pistas e evidências que possam levar à identificação e captura do indivíduo responsável por esse terrível ato.

Confira a nota da Semec

A Secretaria Municipal de Educação (Semec) informa que na manhã desta segunda-feira (14),houve uma tentativa de assalto na Escola Municipal Clidenor de Freitas Santos, localizada noParque Brasil, zona Norte de Teresina. Um homem entrou na quadra de esportes da unidade de ensino, que fica separada da unidade de ensino, e acabou ferindo uma estagiária de Educação Física, com um corte na mão. De imediato, foram prestados os primeiros socorros. A lesão é considerada leve pela equipe de atendimento médico.

O 13º Batalhão de Polícia Militar (BPM) foi acionado e prontamente atendeu ao ocorrido. Um Boletim de Ocorrência foi registrado e apesar do tumulto gerado, não houve mais danos.

AGRADECEMOS PELA ATENÇÃO

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO/SEMEC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *