40% dos brasileiros estão mais preocupados com a saúde física, diz pesquisa

A crise sanitária global de covid-19 trouxe valiosas reflexões sobre a saúde física e, especialmente, a importância do autocuidado. Afinal, a pandemia é uma das principais responsáveis por promover o aumento da consciência sobre a necessidade de cuidar do bem-estar de forma mais atenta.

Durante esse período, o distanciamento social e o uso de máscaras se tornaram rotina, evidenciando a necessidade de cuidar de nós mesmos para proteger os outros.

Continua após a publicidade..

Essa conscientização abriu espaço para o maior interesse em hábitos saudáveis, como, alimentação equilibrada, sono adequado e a prática regular de exercícios físicos. Segundo uma pesquisa feita pela Athletic, a principal empresa de equipamentos fitness da América Latina, 40% das pessoas se tornaram mais preocupadas com o seu bem-estar físico após a pandemia.

Assim, podemos dizer que a pandemia trouxe mudanças significativas em como boa parte da população mundial encara a saúde de modo geral.

A importância do bem-estar na era pós-pandemia

Após meses de distanciamento social, restrições e preocupações com a saúde, muitas pessoas começaram a valorizar ainda mais sua integridade física. Afinal, o vírus nos mostrou que uma boa saúde é a manutenção de todos os aspectos da vida.

Essa mudança de mentalidade reflete em diferentes fatores diários, como a busca por uma alimentação equilibrada e uma rotina de sono adequada.

Ou seja, podemos dizer que a era pós-pandemia nos convida a pensar sobre como podemos manter o bem-estar físico como uma prioridade. Essa consciência nos leva a adotar hábitos saudáveis e a buscar o equilíbrio entre corpo e mente.

Ascensão dos exercícios físicos pós-pandemia

Além de tudo isso, uma das tendências mais importantes é a mudança de comportamento em relação à prática de exercícios físicos. Afinal, todas elas demonstram uma mudança significativa na forma como as pessoas abordam o autocuidado.

Uma pesquisa realizada pelo International Health, Racquet & Sportsclub Association (IHRSA) relevou que o Brasil ocupa a 2ª posição no ranking de países com maior número de academias no mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. Esse dado demonstra a relevância do mercado fitness brasileiro e corrobora com a preocupação cada vez mais presente das pessoas com a saúde.

De acordo com dados do levantamento, “Brasil é uma das maiores potências fitness do planeta”, desenvolvido pela Athletic, das atividades físicas mais praticadas pelos brasileiros a que se destaca é a musculação, com 23% dos votos. Na sequência, a caminhada, com 17% e, por fim, a musculação intercalada com a corrida, com 10%.

A pesquisa ainda evidenciou que 41% dos respondentes mantêm uma frequência de treinos de 3 a 5 vezes por semana; 38% dos participantes se exercitam de 2 a 3 vezes semanais e 13% de 6 a 7 vezes. Segundo o levantamento, apenas 7% dos entrevistados se limitam a um treino por semana.

Sendo assim, é possível enxergar a pandemia como um catalisador para essa transformação, levando as pessoas a repensarem suas prioridades e a adotarem práticas mais conscientes e equilibradas em relação ao cuidado pessoal.

Dicas para manter o bem-estar físico 

Manter o bem-estar físico é essencial para cuidar de si e enfrentar os desafios com maior resiliência. A seguir, separamos algumas dicas valiosas que podem ajudar a promover o bem-estar físico e mental:

-Procure uma rotina saudável;
-Faça atividades físicas regularmente;
-Cuide da alimentação;
-Aposte em uma boa noite de sono;
-Pratique técnicas de relaxamento como meditação.

E, mais importante, lembre que ao priorizar o bem-estar físico, mental e emocional você ajuda no fortalecimento da sua saúde, promovendo maior tranquilidade e resiliência para enfrentar os desafios do dia a dia.

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *