Janja cresce, mas Michelle Bolsonaro lidera nas redes sociais

A primeira-dama Janja Lula da Silva aumentou 38,14% sua base nas redes sociais desde 1º de janeiro de 2023, data da posse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A socióloga ganhou 1 milhão de novos seguidores até 26 de julho de 2023 nas plataformas Instagram, Twitter e TikTok –no total, ela é seguida por 3,7 milhões de contas.

No mesmo período, a ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro aumentou sua base em 10,54%. Com perfis no Instagram e no YouTube, a mulher do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) é seguida por 6,4 milhões —610.000 seguidores passaram a acompanhá-la nos 7 primeiros meses do ano. Os dados são da Bites e foram levantados a pedido do Poder360.

Continua após a publicidade..

A evolução menos expressiva nas redes sociais de Michelle pode ser um reflexo do baixo volume de posts da ex-primeira-dama desde que Bolsonaro deixou a Presidência. De janeiro a julho deste ano, ela publicou 44 vezes no feed em seu perfil no Instagram –73% a menos do que havia feito nos últimos 7 meses de 2022.

Michelle é muito ativa nos stories, mostrando a rotina como presidente do PL Mulher e promovendo ações sociais e produtos de parceiros, como o maquiador Agustín Fernandez. No entanto, como as publicações da ferramenta só ficam no ar por 24 horas e o Instagram não disponibiliza um histórico de dados sobre ela, a Bites não conseguiu levantar as estatísticas de engajamento.

Em contrapartida, Janja publica muito mais que Michelle, tanto no feed do Instagram, quanto no Twitter e TikTok. Somando, ela fez 701 publicações nas 3 redes sociais desde a posse de Lula —21% a mais do que havia feito no 2º semestre do ano passado.

Em termos de interações por publicação, Michelle também leva vantagem:

– Janja – média de 35.969 de interações por publicações no Instagram;

– Michelle – média de 374.985 de interações por publicações no Instagram.,

Portal Poder360

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *