Prefeitos do Piauí anunciam paralisação e ato na ALEPI em defesa dos municípios e repasses de recursos

Prefeitos de quase todas as cidades do Piauí estão se preparando para uma paralisação histórica no próximo dia 30 de agosto. O motivo por trás dessa ação é a queda nos repasses de recursos, principalmente o Fundo de Participação dos Municípios (FPM), que tem afetado severamente as finanças das prefeituras em todo o estado.

A mobilização, que também conta com o apoio de associações de municípios de outras regiões do Nordeste, visa chamar a atenção do governo federal para a situação alarmante que os municípios enfrentam.

Continua após a publicidade..

No Piauí, a Associação Piauiense de Municípios (APPM), liderada pelo prefeito de Caridade do Piauí, Toninho de Caridade, está à frente desse movimento.

A Crise Financeira dos Municípios Piauienses

A crise financeira que afeta muitos municípios piauienses, especialmente aqueles que dependem exclusivamente do FPM devido à falta de arrecadação própria, tem levado à busca por soluções.

De acordo com Toninho de Caridade, a queda nos repasses, agravada por uma redução de 30% em julho deste ano e uma previsão de redução de 50% a partir de 30 de agosto, tem colocado as administrações municipais em uma situação insustentável.

Além disso, a APPM está pressionando o Governo Federal pela liberação das emendas de custeio, com um foco especial na área da Saúde, visando garantir o funcionamento adequado dos serviços essenciais para a população.

Mobilização em Defesa dos Municípios

No dia 30 de agosto, prefeitos de todo o Piauí irão paralisar as atividades prestadas pelos executivos municipais, com exceção dos serviços de Saúde e aqueles considerados essenciais.

Uma manifestação terá início às 8h, em frente à Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi).

Às 9h, os prefeitos serão recebidos no Cine Teatro da Alepi, onde ocorrerá uma manifestação em decorrência da queda do FPM, contando com a presença de deputados estaduais.

A Alepi também realizará um ato em defesa dos municípios piauienses, em resposta às reivindicações dos prefeitos.

O presidente da Alepi, Franzé Silva, já se reuniu com o presidente da APPM, Toninho de Caridade, para discutir a situação e buscar soluções para esse problema que afeta diretamente a vida das comunidades piauienses.

piaui em foco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *