Desenrola Brasil já registra R$ 8,1 bilhões em renegociações de dívidas

O número de renegociações de dívidas com o Desenrola Brasil cresceu ainda mais na quarta semana do programa, atingindo 1,2 milhão de contratos. Ao todo, segundo balanço da Febraban, foram renegociados R$ 8,1 bilhões em débitos. Os dados são referentes à Faixa 2, que inclui brasileiros com renda mensal entre R$ 2,6 mil a R$ 20 mil.

Além das renegociações, as instituições financeiras “limparam o nome” de cerca de 5 milhões de registros de clientes que tinham dívidas bancárias de até R$ 100. Até a terceira semana do Desenrola, o registro era de 4,8 milhões de registros baixados.

Continua após a publicidade..

“Os números do Desenrola falam por si e são uma grande satisfação para todos, bancos, governo e a sociedade. A grande adesão pelo programa na Faixa 2 é uma amostra do que virá em setembro, com a Faixa 1”, avalia o presidente da Febraban, Isaac Sidney. Segundo ele, a redução de consumidores negativos terá um efeito bastante positivo para a economia brasileira.

O Desenrola Brasil foi lançado no dia 17 de julho. O programa é uma promessa de campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e prevê mutirões de renegociação de dívidas por todo o país, podendo beneficiar até 70 milhões de pessoas. A ideia é permitir que os endividados consigam voltar ao mercado de crédito sem pendências.

Inicialmente, o Desenrola contempla os brasileiros que possuem dívidas de até R$ 100 e todos aqueles com renda igual ou inferior a R$ 20 – considerados da Faixa 2. A próxima fase do programa, que começa em setembro, irá englobar os devedores com renda mensal de até dois salários mínimos (R$ 2.640) ou que estejam inscritas no CadÚnico.

Fonte: SBT News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *