Jojo Todynho rebate críticas após cirurgia bariátrica: ‘quero qualidade de vida’

Doze dias após realizar a cirurgia bariátrica, Jojo Todyinho revelou em entrevista ao Fantástico deste domingo, 20, que sofreu críticas por ter feito o procedimento. Segundo ela, as pessoas comentavam que a cantora estava com medo de ser “cancelada”.

Continua após a publicidade..

“Teve pessoas dizendo que eu estava com medo de ser cancelada. Cancelada por estar buscando saúde? Cancelada por estar buscando uma vida melhor? Eu quero ser mãe. Eu quero ter qualidade de vida para passar para meus filhos”, destacou. Jojo entrou para a sala cirúrgica com 140 quilos. Para poder realizar a operação ela precisou perder 20 quilos.

Agora, a cantora precisa perder de 30 a 50 quilos, conforme disse o seu cirurgião. A estimativa é individual e depende das respostas metabólicas de Jojo.

Decisão

A artista optou pela cirurgia após participar do quadro Dança dos Famosos, do Domingão com o Huck, no ano passado. A dificuldade de se locomover e realizar os passos foram os fatores para essa decisão. “Quando você está no sobrepeso você tem uma certa limitação. Teve uma vez que eu fui fazer o passo e machuquei o joelho. Às vezes eu não queria me apresentar porque eu estava insegura”, comentou.

Jojo avaliou que estava sendo “imprudente” com a própria saúde e que deveria se “cuidar mais”. A artista relatou ainda que teve certeza da escolha depois de uma experiência no parque da Disney, durante suas férias no começo do ano. De acordo com a cantora, ela não cabia no banco de um dos brinquedos, o que a despertou “um gatilho”.

Além disso, Jojo declarou que tem vontade de ser mãe. “Quando você está acima do peso você não só se coloca em risco, mas (também) o bebê.”

A cirurgia

A operação aconteceu no dia 8 de agosto e Jojo só contou em suas redes sociais depois que a intervenção foi realizada. O procedimento durou uma hora e quinze minutos e a equipe médica da cantora optou pela videolaparoscopia, considerado pouco invasiva.

Na última terça-feira, Jojo contou que tinha sido liberada pelo o seu médico para ir para a faculdade e ir à praia, e defendeu que cada pessoa deve passar pelo seu próprio processo de recuperação. “Cada um vive o seu processo, cada um vive a sua jornada. E está tudo certo. Eu estou aqui para dar força para as pessoas que buscam qualidade de vida. Para as pessoas que buscam uma vida saudável. Eu não estou aqui para ditar moral para ninguém”, falou.

Fonte: Estadão Conteúdo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *