Juiz ordena liberação de policiais suspeitos no caso do assassinato da enfermeira piauiense

O juiz Raimundo Lucena Neto, da 5ª Vara do Júri da Comarca de Fortaleza (CE), determinou a liberação dos quatro policiais militares que estavam detidos sob suspeita de envolvimento no assassinato da enfermeira piauiense Jandra Mayandra. A decisão foi tomada na sexta-feira (07/06).

Jandra Mayandra da Silva, natural de Floriano, foi brutalmente assassinada em 15 de maio no bairro Pirambu, em Fortaleza, após uma suposta briga de trânsito. De acordo com informações, a vítima estava com uma amiga em um veículo quando, em um semáforo, um motociclista colidiu com a traseira do carro. A enfermeira continuou dirigindo, mas mais à frente o mesmo motociclista atingiu o retrovisor do veículo. Após uma discussão, o homem atirou três vezes contra Jandra, que morreu no local. A amiga dela não ficou ferida.

Continua após a publicidade..
FOTO: REPRODUÇÃO

Os policiais Dhoze Rafael Lima Ferreira, Gleidson da Silva Farias, Emanuel Fernandes Lima e Wladimir Cristiano Garcia foram presos na quinta-feira (06) após a investigação indicar que eles haviam pesquisado dados da vítima momentos antes do crime. No entanto, foram soltos após ser comprovado que a consulta aos dados da vítima ocorreu apenas após o assassinato.

A Delegacia de Assuntos Internos (DAI) da Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública (CGD) solicitou a soltura dos policiais. “Considerando que se trata de informação relevante não só para a investigação como um todo, mas, principalmente, para a presente cautelar, dado que existem investigados presos, mostrou-se imperiosa a comunicação imediata a Vossa Excelência, de modo que possa deliberar a respeito de tal informação”, afirmou o pedido dos delegados ao juízo da 5ª Vara do Júri.

 

180

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *