Piauiense Adriana desabafa sobre eliminação na Copa do Mundo: “Momento de tanta tristeza”

A piauiense Adriana Silva usou as redes sociais para falar sobre a eliminação precoce da Seleção Brasileira da Copa do Mundo da Austrália e Nova Zelândia. Após o empate sem gols diante a Jamaica, o Brasil encerrou sua campanha ainda na fase de grupos com uma vitória, uma derrota e um empate. Essa Copa foi a primeira da piauiense Adriana, de 29 anos, que natural da cidade de União.

“Difícil falar alguma coisa nesse momento de tanta tristeza, mas só queria agradecer a todos pela torcida e pelo carinho que recebemos aqui na Austrália e de vocês aí no Brasil. Obrigada família e amigos, amo vocês. O sonho continua”, escreveu Adriana Silva, em suas redes sociais.

O Brasil em sua campanha superou o Panamá na estreia por 4 a 0, perdeu para França por 2 a 1 e ficou no 0 a 0 diante a Jamaica, em jogo realizada na manhã de hoje (2).

Continua após a publicidade..

A presença de Adriana Silva na Copa do Mundo marcou também a história do estado, pois foi a primeira atleta piauiense entre homens e mulheres a disputar essa competição.

A eliminação ainda na primeira fase foi a terceira da história do Brasil dentro de Copas entre as nove Copas do Mundo Feminina realizadas até os dias de hoje.

Quem avançou para as oitavas de final foram as seleções da França e a Jamaica, que após o empate diante o Brasil carimbou sua classificação de forma histórica, pela primeira vez chegando até as oitavas de um Mundial.

A Copa do Mundo de 2023 marcou também a despedida da rainha Marta, após seis Copas. A atleta começou entre as titulares da técnica Pia Sundhage, em um jogo que a Seleção Brasileira fez um jogo extremamente abaixo da média.

Pâmella Maranhão
redacao@cidadeverde.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *